por Elke Doelman para a Vida 2004 n º 5 (revista para vegetarianos)

A Internet sempre o fascinou desde o início e logo viu as possibilidades que este meio oferece para fazer algo em que ele realmente acredita. "Um dia em 1997 escrevi os meus pensamentos no papel. Durante 300 dias escrevi todos os dias um artigo sobre a liberdade dos animais, até ter escrito tudo o que estava na minha cabeça. Assim nasceu o site www.animalfreedom.org

Com o site quero informar e dar a minha opinião sobre os direitos dos animais. A seção informativa tem informação puramente objetiva, enquanto que na parte de opinião são expostas as minhas próprias idéias e as de muitas outras pessoas que, tal como eu, querem difundir os seus sentimentos e emoções, como por exemplo sobre a bio-indústria. "

Acha que com o seu site as ideias sobre questões do bem-estar animal de, por exemplo, os políticos têm mudado?

Eu estou convencido disso. Não é que o tenha ouvido em tantas palavras, mas tenho a certeza que fui capaz de trazer uma mudança no pensamento sobre os animais. Nas discussões sobre os direitos dos animais já quase ninguém fala sobre o valor intrínseco dos animais, e isso satisfaz-me muito. Eu sempre odiei essa idéia filosóficamente absurda. O conceito foi originalmente introduzido quando era uma maneira fácil de fazer o publico tomar os animais a sério, mas porque o valor intrínseco de um animal é equivalente ao valor do animal para além do que você vê nele, é muito difícil para duas pessoas ou grupos de pessoas aceitarem um valor único. Enquanto não fosse possivel estabelecer um valor exacto, não seria possivel discutir o que precisa mudar no tratamento dos animais. Portanto, práticamente nada aconteceu nas últimas décadas. Felizmente, a dicussão agora incide sobre outras coisas.

O que você acha que deveria ser a essência dos direitos dos animais?

Seria a mesma que os direitos humanos, ou seja, liberdade, igualdade e fraternidade. Os dois primeiros você pode implementar em legislação, a fraternidade, a última, é algo a que deve ser dado sentido pelos seres humanos. Liberdade é essencial. Tão pouco como se pode restringir a liberdade de expressão e de movimento das pessoas, se pode negar aos animais a liberdade de se comportarem conforme a sua natureza. Eles têm direito ao seu próprio tipo de comportamento e à livre circulação. Os seres humanos são as únicas criaturas na natureza que privam os outros seres da sua liberdade. Os animais nunca o fazem.

O que acha da idéia de um tribunal internacional para os animais?

Eu acho que deveria haver um lugar onde o comportamento para com os animais poderia ser responsabilizado. A Holanda a França e os Estados Unidos seriam os primeiros países a comparecer perante tal tribunal. A Holanda é um dos maiores exportadores de carne e leite e causa um sofrimento gigantesco. 70% dos animais da exploração aqui criados são para serem exportados. Isso é enorme, mas os holandeses têm um ponto cego quanto às desvantagens das exportações.

Você espera que as pessoas em breve pensarão de forma diferente sobre os animais?

[Respeito pelos animais implica envolvência e o respeito pela distância] Quando as pessoas se aperceberem que a via vegetariana ou veganista é a melhor maneira de lidar com animais para efetivamente fazer algo pelos animais e por eles mesmos, haverá uma clara mudança. Eu espero que nós antes de muito tempo seremos uma sociedade vegetariana. As pessoas são cada vez mais dadas a conveniências e você pode resolver isso através da oferta de recursos alimentares vegetarianos de conveniência. Além disso, as pessoas têm menos a tendência a ter animais de estimação devido aos incómodos que causam, e isso é um bom desenvolvimento. Na Holanda, muitas pessoa têm animais de estimação, e outros animais. Em países como a França e a Alemanha o comportamento para com os animais é mais natural do que aqui. Eu acho, por exemplo, que adquirir um animal de estimação para ensinar as crianças a tomarem responsabilidades é muito condenável. Eu não sou um apoiante incondicional de manter animais de estimação. O homem teria duma maneira natural muito mais contacto com os animais se os animais estivessem livres de viajar ou migrarem, desde que a subestrutura ecológica fosse mais prestável. Todos os tipos de animais poderiam aparecer nos jardins. Ao minimizar a caça, você pode ajudar os animais também a perderem o seu medo da proximidade das pessoas.

Até agora, algumas citações de 'Vida'.

Alguma informação adicional:

Em 1975 fui estudar psicologia. Era uma época em que se discutiam muito os aspectos importantes da vida. No começo eu morava num prédio para estudantes, onde conheci um vegetariano que rápidamente me convenceu a deixar de comer carne. Foi uma decisão fácil e lógica dentro dum processo que se tinha desenvolvido lentamente. Eu tenho sido vegetariano desde 1976 e sempre o serei, talvez um dia passe a ser veganista.

Sei que para muitos animais, decido o tempo que têm para viver e se terão criação. Isso não era o meu problema, mas eu estava aprisionando animais. Essa percepção fez-me lançar a campanha contra a bio-indústria e acredito que a bio-indústria deve ser proibida porque nela os animais têm muito pouca liberdade . Não tenho nenhuma objeção contra os outros comerem carne , desde que a carne não seja de criação intensiva. A qualidade de vida antes da morte acho mais importante do que determinar quando morrerão. Eu mesmo nunca mais vou comer carne, não sei explicar exatamente porquê. Comer animais ou abusar deles é algo que simplesmente não se faz.