Que direitos e liberdades tem oficialmente o gado?

Em 1979, o Farm Animal Welfare Council (FAWC), um órgão consultivo independente da Comissão Europeia, concluiu que os animais na pecuária têm direito a cinco "liberdades":

  1. Liberdade de fome e sede
    Acesso direto a água potável e a comida para manterem a saúde
  2. Liberdade de desconforto
    De terem um abrigo confortável e que oferece sossêgo
  3. Liberdade de dor, lesões e doenças
    Pela prevenção ou diagnóstico rápido e tratamento
  4. Liberdade para expressar comportamento normal
    Oferecendo espaço suficiente, oportunidades de conviver com animais da mesma espécie
  5. Ausência de medo e tensão
    Assegurando condições para evitar o sofrimento
 

Estas liberdades focam-se nas necessidades fisiológicas e na capacidade de expressar o comportamento natural. Este comportamento natural significa que os suínos têm a oportunidade de fossar, que uma galinha pode gravetar e que uma vaca têm um pasto. Na maioria dos atuais sistemas de produção intensiva, isto não é óbvio.

Nas galinhas vivendo em baterias os 5 (mínimos) direitos dos animais não são cumpridos quando:

  • Seus bicos são cortados
  • Os frangos não podem ter um sono interrompido e um ritmo circadiano anormal lhes são impostos, para porem tanto ovos quanto possível
  • São forçadas a viver permanentemente na vizinhança de animais da mesma espécie, que elas querem evitar (debicagem)
  • Não são livres para gravetar, cavar e tomar um banho de pó
  • São empilhadas à força para o transporte em caixotes , causando fraturas de pernas e asas e conduzidas em condiçõs stressantes nos camiões para o matadouro.
     

Nos suínos, os pontos acima apontados não são satisfeitos quando:

  • Permanecem quase o todo dia no escuro
  • São castrados sem anestesia
  • São encravado entre duas barras de modo a não se poderem virar ou cuidar de si próprios
  • Não podem fossar no solo
  • Não têm áreas de descanso com palha ou algo parecido, mas uma grelha com piso duro
  • Têm de viver num ar poluído de amônia, proveniente do seu estrume
  • Durante o transporte para o matadouro são vítimas de violência e de situações de estresse em camiões

São frequentemente encontradas violações da proibição de:

  • Usar locais fechados com comprimento inferior a 2 metros para as porcas
  • Uso de espaço muito pequeno para leitões
  • Não ter uma parcela da pocilga fechada menor do que dois terços do espaço
  • Não ter uma enfermaria adequada
  • Manter os porcos no escuro ou com pouca iluminação
  • Faltar de um sistema de alarme em caso de ventilação mecânica
  • Faltar meios de distração para os suínos
     

Quanto às vacas as normas acima apontadas não são cumpridas quando:

  • Imediatamente a seguir ao nascimento do bezerro este é separado da mãe para ser engordado em outro lugar. O bezerro ao nascer já completou a sua função. O leite da mãe é em seguida utilizado para consumo humano.
  • Não têm possibilidade de sair para o exterior (para a pastagem)
  • Todo o inverno ficam presas