Para a página inicial
Falácias Quem os usa? Que, quando e como? Mito
 

Ver a versão para telemóvel para os artigos mais importantes Português-English-Nederlands-Español-Français

Argumentos inválidos na defesa da caça às focas

   
   

Argumentos inválidos na defesa da caça às focas

Reacção
A caça está bem regulada  

Que uma actividade esteja sujeita a regras e não seja ilegal não constitui uma defesa válida do conteúdo moral desta actividade

A população é estável e saudável e pouco ou nada sofre com a caça  

Que a espécie sobreviva não justifica a morte de indivíduos desta espécie

Há muita procura de peles e de gorduras no mercado global  

A economia é a causa da caça, e não a justificação da forma pela qual o comércio é feito.

Se a população local não poder caçar focas, então entra em falência  

Apenas uma parte muito restrita da população. Se se dedicarem a outros negócios ou mudarem de paradeiro não entrarão em falência.

Noutras partes do mundo um número múltiplo de animais é morto e esfolado pela bio-indústria, sem que ninguém veja.

 

É verdade, mas é uma fuga culpar os outros. O mal que é causado pelos outros não dá a ninguém o direito de cometer injustiças.

A caça às focas é uma forma de actividade piscatória e quase ninguém se opõe à pesca.

 

As focas são mamíferos e são caçados. Dar um outro nome à actividade não tem o poder de a tornar melhor. E também há objecções morais quanto à pesca.

As focas do Canadá já são caçadas há séculos pelos Eskimós pela sua pele.

 

Os Eskimós usavam estas peles para se vestirem, e comiam a carne. Hoje em dia os animais são batidos à paulada até perderem a consciência e são esfolados vivos em grandes números, por razões comerciais. Isto causa muito sofrimento extra e que é desnecessário.

A caça não ameaça a sobrevivência da população (de focas).  

As objecções éticas à caça por razões económicas não tem nada a ver com a sobrevivência duma população.

Devido à caça os locais gozam dumas receitas extra.  

As focas são caçadas hoje em dia por razões económicas (exportação das peles), antigamente eram caçadas como recurso alimentar. Os habitantes nativos das regiões polares não pertenciam  à economia global. Se agora acharem que não ganham o suficiente, deveriam deslocar-se para outras regiões e realizarem as suas receitas sem caçar.

     

Este artigo é parte de uma série sobre falácias e demagogia

Há argumentos inválidos no que diz respeito aos seguintes grupos e assuntos.
carnívoros
vegetarianos
defesa da bio-indústria
ignorando os direitos dos animais
a defesa dos direitos dos animais
a caça desportiva
experiências feitas em animais
pesca desportiva
circo
touradas
caça às focas
animais de estimação
 

 

 

Alguns argumentos são usados frequentemente, mas são inválidos. O uso destes argumentos - chamados falaciosos - É feito tanto pelos que são a favor como pelos que são contra. Colocamos estes argumentos numa coluna (à esquerda) e apresentamos (à direita) o contra-argumento. Para que a discussão seja clara e honesta.

Clique aqui para ler umas dicas sobre como influenciar comportamentos que maltratam os animais.

vários tipos de argumentos falaciosos.

Falácias são deliberadamente ou acidentalmente usado em um debate. Então, estar ciente dos princípios e da integridade de um adversário. Clique aqui para obter dicas sobre a influência do comportamento animal hostil dos outros.

 
autor Bert Stoop
 
Nos apoiar com uma doação?
 
Versión para teléfonos móviles con los artículos en español más importantes de este sitio web
 

Leer más artículos o publicidad?