Que direitos têm os animais? Comer carne Sofistería Mantendo animais de estimação
 
 
 

Português-English-Nederlands-Español-Deutsch-Français

Argumentos falaciosos usados para justificar o uso de animais nos circos

   
Há argumentos inválidos no que diz respeito aos seguintes grupos e assuntos.
carnívoros
vegetarianos
defesa da bio-indústria
ignorando os direitos dos animais
a defesa dos direitos dos animais
a caça desportiva
experiências feitas em animais
pesca desportiva
circo
touradas
caça às focas
animais de estimação
 

 

 

Alguns argumentos são usados frequentemente, mas são inválidos. O uso destes argumentos - chamados falaciosos - É feito tanto pelos que são a favor como pelos que são contra. Colocamos estes argumentos numa coluna (à esquerda) e apresentamos (à direita) o contra-argumento. Para que a discussão seja clara e honesta.

Clique aqui para ler umas dicas sobre como influenciar comportamentos que maltratam os animais.

vários tipos de argumentos falaciosos.

Falácias são deliberadamente ou acidentalmente usado em um debate. Então, estar ciente dos princípios e da integridade de um adversário. Clique aqui para obter dicas sobre a influência do comportamento animal hostil dos outros.

   

Argumentos falaciosos usados para justificar o uso de animais nos circos

Reacção
Os circos têm uma função educativa  

Não se vê o comportamento natural dos animais, vê-se apenas a forma como executam as habilidades que o domador lhes ensinou. Além disso pretende- se mostrar como o ser humano é o senhor dos animais selvagens sugerindo ideias incorrectas.

O treino estimula os animais  

Os animais de circo executam permanentemente as mesmas habilidades, muitas vezes contrariados

Os animais do circo já estão habituados a viverem na sua prisão  

Os animais dos circos têm um comportamento que frequentemente é anormal. Isto demonstra que não vivem bem em prisão.

Os animais dos circos têm uma boa vida, porque alcançam idades superiores às que alcançariam se vivêssem livres na natureza.

 

Os animais no circo vivem mais tempo porque não são caçados, têm sempre comida sufiente e de boa qualidade à sua disposição, e recebem cuidados médicos para curar ou tratar as suas doenças. Mas os animais que vivem numa prisão não podem fazer o que querem, o que faz que tenham pouco prazer na vida que têm.

 
Esta página descreve um aspecto da influência que os seres humanos têm na qualidade de vida do animal.
Outras páginas descrevem outras perspetivas, queremos com elas promover (globalmente) a consciencialização da importância da liberdade para os animais.
Se reconhece o valor deste texto, pode-o distribuir, por exemplo nas redes sociais.
 
 
 

Leia mais?