Um método muito usado pelos criadores de cäes para manter e acentuar certas características das raças é o cruzamento de cäes da mesma linha familiar, o que é uma forma de endogamia. Este método tem como consequência  directa o aumentar das probabilidades de aparecerem erros genéticos e doenças.
A selecçäo natural, que cuidaria da eliminaçäo de animais doentes ou pouco viáveis é lograda, uma vez que é o homem que se encarrega da sobrevivência do animal.

Em baixo mostramos alguns exemplos dos problemas que emergem pela criaçäo subordinada às características da raça, uma vez que estas características implicam resultados inconvenientes para o cäo:

Chihuahua

Chihuahua

Característica da raça: Uma grande cabeça, disproporcionada em relaçäo ao resto do corpo.

Consequência: as crias dos Chihuahuas só podem nascer por cesariana, porque as cabeças dos cachorros säo täo grandes que tornam impossível o parto natural. Também é comum que os ossos do crânio näo se cheguem a fundir, o que é considerado uma característica da raça.

Pequineses

Pequineses

Característica da raça: focinho diminuto
Consequência: chega a acontecer em certos exemplares os olhos cairem da órbita ocular, porque esta näo os segura bem.

Boxer

boxer

Característica da raça: focinho diminuto
Consequências: Os boxers têm mais frequêntemente dificuldades respiratórias devido ao focinho "esmagado".

Basset

Basset

Característica da raça: Dorso alongado
Consequências: acontece por vezes nos bassets que os discos das vértebras se deslocam devido à instabilidade causada pelo comprimento exagerado da coluna vertebral, o que pode causar paralisia e/ou dores constantes.

Pastores alemäes

Pastores alemäes

Característica da raça: ancas descaídas
Consequências: Os pastores alemäes têm frequentemente os ossos e as articulações das ancas mal formados, o que pode provocar paralisias edores constantes.

Terriers

Boston terrrier

(certos tipos)
Característica da raça: mandíbulas pequenas
Consequências: Estes terriers têm um desenvolvimento anómalo dos ossos dos queixos, devido ao qual podem ter dificuldades na mastigaçäo.

Se os resultados desejados näo podem ser (rápidamente) alcançados pela selecçäo dos reprodutores, por vezes depois do nascimento säo cortadas as caudas ou as orelhas, ou entäo ligadas ou quebradas. A seguir à proibiçäo dos cortes das orelhas, foi também proibido após 1 de Setembro de 2001 na Holanda o corte das caudas.
A amputaçäo sem anestesia do chamado 5to dedo das patas ainda é permitido antes do quarto dia de vida, porque era suposto que só depois o sistema nervoso seria capaz de transmitir dores. Felizmento que desde 1 de Janeiro de 1999 entrou em vigência uma nova directiva que tem por fim melhorar as condições existentes nos canis e gatis comerciais. Isto é uma indicaçäo que nem todos os criadores se preocupam com o bem-estar do animal. A manutençäo das características da raça é a prioridade, a criaçäo de animais dotados de características saudáveis é algo de secundário.

Os animais säo assim vitimizados porque as pessoas acham que cäes com um certo aspecto parecem mais amáveis, engraçados ou bonitos. Quase todas as raças de cäes sofrem os efeitos negativos desta (re)criaçäo selectiva com fins comerciais. A ter em atençäo: quem mesmo assim compra um cäo destes, patrocina indirectamente estas práticas. Enquanto houver procura, continuará a haver oferta.

Estes säo apenas uns poucos exemplos de doenças e variações desvantajosas que existem no que respeita ao sistema hormonal, nervoso e circulatório, sangue, visäo, sistema digestivo, sistema ósseo (esqueleto) assim como certas outras deficiências imunitárias em relaçäo directa com a criaçäo e seleccäo exagerada de cäes.

Dores e sofrimento constantes podem ser a consequência das decisões intencionadas a manter e fortificar certas caracteristicas específicas das raças.

Acha que o homem tem o direito de fazer isto aos animais?
Infelizmente estes näo säo os únicos danos que os cäes sofrem.


Este artigo faz parte de uma série sobre adoção de animais de estimação. Abaixo do índice desta série. Abaixo ainda mais artigos sobre animais de estimação.

índice

Mantendo animais de estimaçäo

Um exemplo: O cäo

A História do cäo

O cäo actual

Consequências dos exageros dos criadores de "raças"

Prejuízos para o cäo

Humano

Porque se quer ter um animal de estimaçäo?

As desvantagens para o possuidor

As consequências para a animal, e a indústria relacionada

Conclusões

Animais domésticos?

Mais artigos sobre animais de estimação

peixinhos dourados;
Porque razäo é o boiäo inadequado?

Maus argumentos para ter animais de estimaçäo.

Perguntas e respostas para os jovens.

Manter animais em estado de dependência é condenável.

Comércio de carne de cäes.

O coelho pode servir de animal doméstico ..... ou näo pode?